quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Resenha - Dia de Eutanásia

Seis pessoas foram mortas no abrigo de animais onde trabalhavam. Uma jovem é acusada dos crimes. Seu nome: Vitória Troy. Ela é a mais improvável de todos os assassinos. Adora animais, é inteligente, possui um afiado senso de humor e trabalhava no abrigo em uma função angustiante. O que poderia tê-la feito matar os seis colegas de trabalho? É o que o doutor Baraku Bexley quer descobrir. Psiquiatra bastante perspicaz, designado pelo tribunal para determinar se Tory é mentalmente capaz para ir a julgamento, Bexley deve explorar seu histórico complicado e suas convicções incomuns enquanto conduz as entrevistas no hospital psiquiátrico de Connecticut onde ela está confinada. O que Bexley conhece sobre esta jovem talentosa vem exclusivamente destas entrevistas, mas será que isto é suficiente para explicar a distância entre a pessoa que Tory parece ser e os terríveis crimes dos quais está sendo acusada? Outras pessoas também a consideram difícil de se entender, mas todos buscam um único objetivo: conhecer a verdade, não importa o quanto custe.

Tory, uma garota que ama animais, vai mais um dia fazer seu trabalho. O de Eutanásia animal. Para quem não sabe, eutanásia e quando você sacrifica os animais.
Mas algo muito estranho vai acontecer naquele dia.

Tory assassinou seus 6 colegas de trabalho na camara de gás, ela injetou paralisante muscular em um por um, arrastou para a camara e matou todos. E agora ela está sendo avaliada por um psiquiatra para saber se ela poderá ou não ser julgada, ou se defender alegando doenças mentais.

O Psiquiatra começa a fazer seu trabalho, sempre fazendo perguntas a Tory, para saber o que aconteceu com ela aquele dia, porque ela fez aquilo. E as respostas são sempre as mesmas: "Não sei.".
Ela afirmou que matou, mas diz que não sabe porque o fez. E agora o Doutor deverá julgar se ela tem capacidade de ir para julgamento ou se deverá ir para um hospício.




A resenha é curta porque não tenho mais o que falar. O livro é todo feito de dialogos, INTEIRO. Somente 2 capítulos, o primeiro e o último é que narram alguma coisa. O resto é somente diálogo atrás de diálogo.
O livro é bem interessante, e é difícil parar de ler, você quer saber o que aconteceu com Tory, porque ela fez aquilo.

Como é somente diálogos, voce sente como se estivesse lendo um relato escrito por um psicologo ou policial.
As vezes, ao invés de o personagem falar tudo que ele tinha que falar de uma vez, o outro interrompe falando "E ai?" "O que aconteceu depois?" "Jura?". E eu achei que isso não era necessário.
O final é realmente muito surpreendente e extremamente sem noção.
Porém é um bom livro policial.

Narração: 0/5 
Descrição: 0/5 - 
Revisão: 3/5 - Tem erros 
Diagramação: 4/5 - Normal.
Capa: 3/5 -  Bem estranha

7 comentários:

Samira Chasez disse...

Oi..

Gosto muito do assunto da Eutanásia, mas não gostei muito desse livro, mas gostei muito da sua resenha e de suas palavras...

La Mademoiselle disse...

Oi,

não conhecia, mas fiquei super interessada! Sério que o livro é todo em forma de diálogo?! Nunca tinha ouvido falar de um livro assim, mas parece bem legal... Adorei a resenha!

Bjs

Fabrica dos Convites disse...

Eutanásia não é apenas para animais, mas quando você de uma certa forma ajuda a pessoa que tem uma doença incurável e que esteja praticamente morrendo a morrer.
Não me interessei pelo livro, e concordo contigo, a capa é horrível!
Bjs, Rose.

@tainara_meow disse...

Gente, não conhecia esse título '-' Me pareceu ser bem interessante, mas que bom que eu li tua resenha...
Parabéns pelo blog, é lindão! Estou seguindo, viu?
Se puder retribuir lá no meu, ficarei feliz *-*
http://foolishhappy.blogspot.com.br/

Xoxo!

Ana Paula Monteiro disse...

Bem que falam que não podemos julgar o livro pela capa!!! Ela é horrível. Nada sugestiva. Mas a história parece ser bem interessante. Com certeza com a sua resenha dá para dar uma chance ao livro.

Santos disse...

Sem noção? Mas é bom o livro? Você gostou? Não consegui identificar isso!
Parece razoavel, mas par um policial deveria ter uma trama bem mais elaborada!
bjs
www.leituradeouro.blogspot.com

Camilla Vasconcelos disse...

O mistério é comigo mesma, adorei a resenha desse livro,tenho que comprá-lo, adorei o blog tbm, to chegando por aqui agora, parabéns...

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...