sábado, 4 de janeiro de 2014

Resenha - Sob a Redoma



Quando Chester’s Mill é isolada do mundo por uma redoma invisível e a população entra em colapso, uma obra extremamente original é criada (Não, Sob a Redoma não é baseado no filme dos Simpson). O surgimento da Redoma é o fato que desencadeia toda a narrativa do livro, a partir disso todos os moradores de Chester’s Mill são analisados pelo autor, que não poupa esforços ao mostrar o que um ser humano é capaz de fazer.

Como em seus livros anteriores, King abusa das palavras e ações pesadas, a diferença é que esse aparenta ser um livro mais juvenil. Ainda que pareça cansativo, por conter nada menos do que 960 páginas, o livro consegue engatar um inicio promissor que se deixa levar pela quantidade de histórias diferentes e peca apenas no desenvolvimento do enredo que muitas vezes é desmembrado em diversos pontos de vista. Com muitas mortes - MESMO, Stephen King injeta uma dose de humanidade em cada uns de seus personagens, exagerando na forte personalidade de herói que Dale Barbara, o protagonista da história carrega e no espirito inteligente da jornalista Julia Shumway.

Cada capitulo é responsável por revelar uma parte da história em algum lugar “Sob a Redoma”, seja no restaurante Rosa Mosqueta, no Departamento de Policia da Cidade ou na loja de carros usados do Big Jim. O que é a Redoma? Como ela Surgiu? Por que ela está ali? – Essas são as principais perguntas que o autor tenta e consegue responder por meio de teorias e páginas recheadas de uma relação complexa entre a ficção e a realidade. O livro poderia ser descrito através de um gráfico, onde curvas gigantes – representando as reviravoltas - são colocadas lado a lado a trechos incrivelmente chatos.

Então, quem for ler Sob a Redoma deve estar ciente que a leitura é exaustiva, e que em alguns momentos a obra parece não suportar a quantidade de personagens diferentes. Claro que o livro vale a pena ser lido, por que King consegue mais uma vez deixar o leitor chocado com suas mortes mirabolantes. Um conselho, Sob a Redoma é aquele livro para ser lido durante poucos intervalos de tempo, a leitura flui melhor e a história parece correr muito mais rápido.

Listando:
Qualidades • Diversidade de Enredos e personagens. • Trechos absurdamente chocantes. • Ótima Introdução.
Defeitos • Vida curta de personagens com grande potencial. • Desenvolvimento lento de alguns capítulos. • Diversidade de Enredos e personagens.

PS: Under the dome é uma série de TV baseada no livro de Stephen King. A série não é completamente fiel ao livro e alguns personagens que morrem no livro ainda existem na série, vale a pena ser vista após a leitura, pois algumas cenas são tiradas diretamente do livro.

 

3 comentários:

Oliveira disse...

Interessante, pensei que fosse diferente a leitura desse livro.
Amo livros em que a ficção é utilizada de forma inteligente, e parece que esse livro é assim, uma pena ser cansativo.

leticia veloso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
leticia veloso disse...

gosto de livros que brincam com a ficçao e a realidade e com histórias diferentes!! uma pena parecer um pouco cansativo, porque esses livros com mortes, herois sao os meus favoritos

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...