sexta-feira, 20 de junho de 2014

Resenha - A Máquina de Contar Histórias


Na noite em que o escritor best-seller Vinícius Becker lançou A Máquina de Contar Histórias , o novo romance e livro mais aguardado do ano, sua esposa Viviana faleceu sozinha num quarto de hospital. Odiado em casa por tantas ausências para cuidar da carreira literária, ele vê o chão se abrir sob seus pés. Sem o grande amor da sua vida, sem o carinho das fi lhas, sem amigos... O lugar pelo qual ele tanto lutou revela-se aquele em que nunca desejou estar. Vinícius teve o mundo nas mãos, e agora, sozinho, precisa se reinventar para reconquistar o amor das filhas e seu espaço no coração da família V. Uma história emocionante, cheia de significados entrelaçados pela literatura, mostrando que o amor de um pai, por mais dura que seja a situação, nunca morre nem se perde.

Vinicius Becker é um grande autor de sucesso internacional e amado por todos... menos por sua própria filha. Depois da morte de sua esposa, Vinicius toma um choque de realidade e percebe a vida ótima que tinha com sua esposa e filhas, e deixou tudo aquilo por seu trabalho. Agora, sem esposa, ele tenta fazer que sua antiga e feliz vida com a família volte, porém nem tudo acontece como ele esperava. Sua filha, Valentina, o odeia mais que tudo na vida, e diz que a culpa da morte da mãe é dele e que ele poderia ter feito muito mais por elas mas não as amava suficientemente.

Perdido, ele passa dias amargos dentro e casa e mal consegue entrar em seu próprio quarto, se sentindo apenas pior a cada dia. O desprezo de sua filha mais velha o corrói por dentro e ele sente que tem de fazer algo para eles voltarem a ter o laço familiar. Sem querer, ele esbarra no computador da filha e o acaba ligando, e mesmo sabendo que era errado o que fazia, acabou abrindo um vídeo que mudou totalmente o rumo da história e o fez tomar a rédea de sua vida de uma vez por todas.


Totalmente intenso e bem escrito, A Máquina de Contar Histórias consegue te prender no inicio ao fim, te fazendo passar uma noite em claro e acabar o livro com uma sensação ótima.
Desde o começo do livro eu sabia que ia gostar. Uma trama altamente bem construida, ótima narração e, é claro, a maravilhosa diagramação da Novo Conceito.

Fico feliz quando leio um livro nacional tão incrível e vejo o quanto as pessoas são preconceituosas quanto a livros nacionais que, muitas vezes, dão de lavada em muitos livros internacionais de sucesso por aí. Mauricio Gomyde tem tudo para estar na lista de mais vendidos e sei que se as pessoas se abrirem e derem uma chance para livros nacionais, vão se impressionar muito com o que os escritores do nosso país tem a oferecer. E está aí uma boa dica para quem tem preconceito com livros nacionais: leia A Máquina de Contar Histórias e mude totalmente sua cabeça!

A história é excelente e tem uma execução maravilhosa. Sem enrolar demais, mas com tudo bem narrado, você só fecha o livro depois de terminar. Porém devo dizer que essa está entre as capas mais feias da Novo Conceito. Se eu visse esse livro em uma livraria eu definitivamente ia passar longe, nem pegaria na mão para ler a sinopse pois a capa é totalmente não atrativa em todos os sentidos. Mas depois que você lê o livro, a capa faz todo o sentido e você sente que ela é boa o suficiente para a história, mas estamos falando de mercado aqui e o que conta é levar a pessoa a adquirir o livro, o que foi totalmente falho nesse caso.

Devo dizer que senti um pouco de John Green na história. Não estou acusando o autor de plágio, longe disso, mas alguns detalhes que acontecem em A Culpa é das Estrelas também acontecem nesse livro, me levando a torcer um pouco o nariz. Mas nada que seja grande coisa assim. Então fica aqui a dica de um incrível livro nacional, vale super a pena!

5 comentários:

Ana Macena disse...

"Entre as capas mais feias da novo conceito" kkkkkkkk, mas é André isso é ruim pq a maioria das pessoas julgam o livro pela capa, isso pode prejudicar as vendas kk a história parece ser bem interessante e bem elaborada, estou muito curiosa pra saber oque tinha de tão surpreendente no computador do Vinicius. Esse livro já entrou na minha lista pra ler, parece ser mesmo muito interessante. Bjs Ana Paula do DC hahah, te adoro André!

Ana Macena disse...

Computador da filha do vinicius*

Mia disse...

Olá, conheci seu blog através do Cia do Leitor e gostei muito.
Tenho um blog imaginemia.blogspot.com.br e sempre que quiser divulgar algo pode me chamar que divulgo. Meu blog ainda não possui muitos seguidores, mas será um prazer ajudar.
Possuo uma página no facebook (Encontro na noite) onde também gosto de divulgar.
Sucesso!!!
Mia Antiery

* Muito interessante o livro!

paulinamendes disse...

"Eu quero conhecer A Máquina de Contar Histórias”.

Edinho Pértile disse...

Deu aquela vontade de ser uma parte dessa máquina!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...