quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Resenha - Os Três


Quinta-Feira Negra. O dia que nunca será esquecido. O dia em que quatro aviões caem, quase no mesmo instante, em quatro pontos diferentes do mundo. Há apenas quatro sobreviventes. Três são crianças. Elas emergem dos destroços aparentemente ilesas, mas sofreram uma transformação. A quarta pessoa é Pamela May Donald, que só vive tempo suficiente para deixar um alerta em seu celular: Eles estão aqui. O menino. O menino, vigiem o menino, vigiem as pessoas mortas, ah, meu Deus, elas são tantas... Estão vindo me pegar agora. Vamos todos embora logo. Todos nós. Pastor Len, avise a eles que o menino, não é para ele... Essa mensagem irá mudar completamente o mundo. 




Após Pamela May Donald ter deixado uma mensagem um tanto quanto peculiar em seu celular sobre os sobreviventes dos quatro acidentes aeronáuticos que ocorreram simultaneamente em quatro continentes distintos do planeta passa também a fazer parte da contagem de corpos empilhados para o reconhecimento de falecidos provenientes da fatalidade. A moça, que tentou apenas alertar para os perigos que seguiriam as tragédias, não sobreviveu para contar, de fato, o que sabia a respeito dos Três. A tríade infantil que supreendentemente saiu ilesa de seus respectivos aviões e que teve a vida revirada de cima a baixo, comentada, especulada e sondada por toda a mídia mundial.

O suspense de Sarah Lotz, editado e publicado pela nossa queridinha, a Arqueiro, conta com 391 páginas de puro envolvimento e tensão. É aquele típico livro que demora um pouco até te fisgar mas que não te deixa escapar depois de ter apreendido. Até eu que não sou a maior fã de narrativas desse tipo me encontrei como uma devoradora de páginas após ter sacado a pegada do livro (ou pelo menos achado que sim). Isso porque a autora nos leva a enumerar diversas hipóteses sobre o caso das crianças sobreviventes, apresenta várias vertentes de possibilidades e no fim, quebra as expectativas de uma forma única e sensacional.

A trama se desenvolve em torno das pesquisas relacionadas ao caso das quedas dos aviões e retrata de maneira crítica questões como fanatismo religioso, abuso de poder econômico e político, invasão midiática e teorias conspiratórias sem jamais deixar de lado o quê de sobrenaturalidade típico da leitura. Dentro do livro existe um "outro livro" que é apresentado como sendo um apanhado de informações relevantes das quais Elspeth Martins (a escritora fictícia) tomou nota para tentar descobrir ou desvendar o que está por trás de todo esse fenômeno.

Eu poderia me demorar mais detalhando os pormenores da história porém as informações são todas extremamente emaranhadas umas nas outras e eu acabaria revelando a parte mais fantástica disso tudo, então deixarei apenas minha recomendação de que não percam tempo e corram para as livrarias à procura de um exemplar desse livro-funde-cérebro. Boa leitura!




2 comentários:

Fabrica dos Convites disse...

Oi Fernanda, confesso que esperava mais deste livro. Acho que a autora não terminou tão bem o livro.
Bjs, Rose

Angélica Lima disse...

Oiii!
Faz tempo que não passo aqui...
Estou louca pra ler esse livro e agora fiquei mais ainda :)
Bjs

http://a-libri.blogspot.com.br

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...