quinta-feira, 10 de julho de 2014

Resenha - Aconteceu em Paris

Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda Paris.Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos... E seu tutor, Rob, é bonito demais!O primeiro romance de Molly Hopkins é um livro que todo mundo gostaria de ler. É verdade que você pode se incomodar com o comportamento de Evie quando ela descobre que Rob é muito rico, e pode até ser que você ache que Rob é exageradamente controlador. Mas nada é maior que as gargalhadas que você dará quanto mais conhecer a garota descomedida, apaixonada e com um imenso coração que é Evie. Uma moça como muitas que conhecemos.

“Amar não é encontrar uma pessoa com quem você queira viver junto. É entender que encontrou uma pessoa e não pode viver sem ela.”
Segundo Evie Dexter, protagonista da comédia romântica escrita maravilhosamente por Molly Hopkins essa é a verdadeira definição de amor e que não a contrariem jamais porque essa mulher é uma completa maluca de paixão. É a típica mulher que VIVE a vida e que sabe que seus sonhos estão mais próximos de serem realidade do que a garrafa de vinho que sempre deixa por perto. E olha que a garrafa está sempre muito perto mesmo!
Para apresentar rapidamente a personagem mais espontânea com  quem me deparei em anos de leitura só precisarei de algumas linhas:

Nome: Evie Dexter.
Profissão: desempregada  a princípio e sortuda futura guia turística em Paris.
Idade: melhor não perguntar pra ela.
Experiência: causar confusão, mentir sempre que der vontade inventando as mais mirabolantes histórias e se apaixonar por motoristas bonitões colegas de trabalho.
Objetivo: tornar a sua leitura incrivelmente divertida e te levar a uma viagem totalmente nova e cheia de bagunça pelo lugar mais romântico do mundo.
Essa é a nossa “princesa” de um conto que nada tem a ver com os de fadas. Evie é uma mulher como todas as outras, cheia de defeitos, cheia de problemas, gastona ao extremo e apaixonada por bebidas, festas, sorrisos e liberdade. Após ser demitida do cargo que exercia a 10 meses em uma empresa de publicidade a moça decide se empenhar em criar um currículo um tanto quanto chamativo (e duvidoso) para trabalhar em um país onde nunca esteve. E é contratada!
Em meio a invenções e muita cara de pau ela passa a ser guia turística da cidade das paixões ao lado de Rob seu tutor e motorista bonitão e mais do que autoritário e dono de seus mais sinceros suspiros desde o primeiro encontro.
Ao longo da narrativa que é feita em primeira pessoa e conta com vários episódios hilariantes do passado da protagonista, Molly nos faz apaixonar pela leitura tranquila e leve, pelas maluquices de Evie e pela diversão das personagens.
O livro é bem “sessão da tarde” e o românce nada tem de muito elaborado, não conta com um ápice ou algo do tipo mas é gostoso de ler e diverte bastante. As páginas tem um tom pastel que não cansa os olhos e a formatação é ótima, sem contar que a estilização típica da Novo Conceito, trouxe desta vez, em cada capítulo, a imagem de uma mini Torre Eiffel deixando a leitura bem direcionada à França.  No mais, quem se interessar por coisas do tipo “Sex and the City”  pode correr pras livrarias. É uma ótima indicação! 


2 comentários:

Fogo Grego disse...

Amei <3

Evellyn Mendonça disse...

Adorei!!!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...